• Pré-Marcação de Consultas



  • Morada

    Rua Quintino António Gomes 12
    2640-402 Mafra
    Coordenadas
    GPS
    38.942578,-9.35530

    A consulta só é confirmada após o nosso contacto.

Os primeiros meses

Quer os gatinhos quer os cachorros quando nascem têm necessidades especiais que necessitam de ser precavidas.
Nas primeiras horas após o nascimento os filhotes de ambas as espécies têm que ter acesso ao leite materno, para que deste modo possam receber o colostro, que consiste, de forma grosseira, numa porção especial do leite materno que é muito rico em factores que vão ser importantes para garantir as defesas dos cachorros nos primeiros tempos de vida. Se não tiverem acesso ao colostro os filhotes estarão praticamente indefesos, pois o seu sistema imunitário não será capaz de resistir e combater os agentes infecciosos com os quais podem contactar.

Nos primeiros dois meses de vida, salvo raras excepções, os filhotes devem ser mantidos junto das progenitoras e dos restantes irmãos e devem ser asseguradas as condições de higiene e desparasitação. É normal e até desejável que nesta fase as mães estimulem a zona genital dos filhotes e que inclusivamente ingiram parte das fezes dos filhotes, não é de todo motivo de preocupação, este tipo de comportamento é mais evidente nas primeiras semanas e deverá reduzir-se gradualmente a caminho das oito semanas. Após as oito semanas os filhotes podem ser separados do resto da ninhada, devem ser sujeitos a uma consulta veterinária e estabelecido o protocolo de desparasitação e vacinação, tópico que será abordado mais profundamente em próximas edições.

Deve ser garantida uma alimentação adequada, e aqui acho importante fazer uma pequena nota. Todos sabemos que a vida não está fácil e que algumas rações comerciais de qualidade superior podem custar dezenas de euros por saco, no entanto, se fizermos bem as contas à quantidade que temos que dar diariamente rapidamente nos apercebemos que estamos a falar de custos perfeitamente aceitáveis e que, no futuro, verá os frutos deste “investimento”. Resumindo, pelo menos durante a fase de crescimento, que nalgumas raças pode ir até aos 12 meses devemos investir numa ração de óptima qualidade.

Durante a fase de crescimento os filhotes devem ser sociabilizados tão sendo quanto possível com todos os estímulos que possam vir a contactar durante a vida (saídas à rua, contacto com crianças, contacto com outros animais, etc) e deve ser iniciada a sua educação.
Quanto à educação, abordaremos mais à frente algumas questões mais particulares, mas devemos logo de início abordar um sistema baseado na filosofia -“PPC”-paciência, persistência e coerência.

Se seguirmos estes princípios à risca vamos ter resultados positivos garantidos. Se tivermos em atenção estes três pilares: saúde/profilaxia, alimentação e educação/ sociabilização estaremos no caminho certo para criarmos um filhote feliz e que possa no futuro ser parte activa da vida do seu dono.







© 2017 HVA Hospital Veterinário do Atlântico em Mafra Urgências 24h