• Pré-Marcação de Consultas



  • Morada

    Rua Quintino António Gomes 12
    2640-402 Mafra
    Coordenadas
    GPS
    38.942578,-9.35530

    A consulta só é confirmada após o nosso contacto.

O cancro não é só humano

Quanto mais convivemos com os nossos amigos de quatro patas, mais nos apercebemos das nossas semelhanças. Gostamos das mesmas comidas (apesar de não as processarmos da mesma maneira), gostamos de receber e dar mimos, e gostamos das mesmas atividades, principalmente quando são exteriores. Infelizmente, não é aí que terminam as semelhanças. Também na saúde e na doença temos paralelismos. Os nossos amigos podem ter cancro, tal como nós, sendo alguns tipos de tumores no cão e no gato parecidos aos do ser humano.

Sabia que o comportamento do cancro animal em alguns casos é utilizado como modelo de estudo para o cancro humano?

Sintomas e prevenção
Assim como connosco, o mais importante é o diagnóstico precoce. Para os vários tipos de tumores há sinais e atenções especiais diferentes. Dito isto, há sinais mais comuns, como:
- Caroços, inchaços ou descolorações da pele
- Nódulos palpáveis
- Prostração e/ou desconforto
- Perda de apetite e/ou alterações no peso
- Aumento da ingestão de água
- Dilatação abdominal
- Dificuldade a respirar ou a comer
- Diarreia ou vómito persistente
- Inchaço, dor ou coxeira inexplicáveis

Tal como no ser humano, a prevenção é difícil. No entanto, há alguns cuidados que podem ajudar. Nomeadamente a esterilização precoce das fêmeas que reduz a probabilidade de tumores mamários. Já a utilização de pílula, mesmo que seja apenas uma toma, aumenta muito a probabilidade deste tipo de tumores.

Em gatos com nariz, orelhas e olhos com pelo branco há maior predisposição para o aparecimento de um tipo de cancro de pele nestas localizações, sendo recomendável evitar exposição solar e utilização de protector solar.

Tratamento
Felizmente a medicina veterinária tem progredido bastante nos últimos anos e existem diversas possibilidades de tratamento para os diversos tipos de tumores.

A cirurgia é uma base importante no tratamento oncológico de grande parte dos tumores. E, tal como na oncologia humana, podemos utilizar a quimioterapia para ajudar no controlo e/ou tratamento, dependendo do caso.

Apesar de todas as semelhanças já descritas, existe uma diferença muito importante na oncologia veterinária em relação à oncologia humana, que se centra no objetivo do tratamento. O objetivo do tratamento oncológico veterinário é acima de tudo dar qualidade de vida pelo máximo de tempo possível. Não tem como objetivo estender uma vida sem qualidade. Queremos sempre que o seu amigo seja capaz de fazer a sua vida, comer, brincar e tudo a que tem direito. Neste sentido, a sua relação com o seu médico veterinário oncologista deve ser de confiança e honestidade para o melhor acompanhamento possível.

Se o seu companheiro exibir algum dos sintomas descritos marque uma consulta para podermos investigar.







© 2018 HVA Hospital Veterinário do Atlântico em Mafra Urgências 24h