• Pré-Marcação de Consultas



  • Morada

    Rua Quintino António Gomes 12
    2640-402 Mafra
    Coordenadas
    GPS
    38.942578,-9.35530

    A consulta só é confirmada após o nosso contacto.

Alterações aos planos de vacinação!

O hospital veterinário do atlântico vai proceder à alteração dos planos vacinais para cães e gatos, na base desta decisão está a vontade de seguir na vanguarda da inovação e da ciência. De facto, os últimos estudos e guidelines internacionais tanto da WSAVA (World Small Animal Veterinary Association) como da AAFP (American Association of Feline Practitioners) indicam no sentido de um alargamento dos prazos vacinais para algumas doenças.
De uma perspetiva prática o esquema vacinal mantem-se igual em termos de tipo de vacina administrada mas com aumento do intervalo entre elas. Por exemplo a vacina da esgana/parvovirose/herpesvirus passará de 3-3 anos ao invés de anual como está no esquema atual.

Cães:
Os cachorros deverão ser vacinados a partir das 6/8 semanas contra a esgana (D), a parvovirose (P) e a hepatite infeciosa canina (H). Deverão realizar 2 reforços, com 4 semanas de intervalo. Juntamente com o reforço DHP, deverão levar a 1ª dose contra a leptospirose (L) e fazer uma 2ª dose após 4 semanas. Após 1 ano devem fazer reforço contra DHP+L e a partir desta data os reforços de DPH serão de 3/3 anos mantendo-se apenas a L como anual.
A vacina da raiva (obrigatória em Portugal) pode ser administrada a partir dos 3 meses sendo mais frequentemente administrada pelos 6 meses de idade. Necessita de reforço a cada 3 anos. A imposição da Lei portuguesa foi alterada e a validade da vacina varia de acordo com o Laboratório que a produz, nos HVA utilizamos uma vacina com 3 anos de validade.

Gatos:
Enquanto gatinhos, deverão ser vacinados a partir das 8 semanas contra o calicivírus felino  (C), o vírus da panleucopénia felina (P) e o herpesvírus felino (R). Deverão realizar 1 reforço, com 4 semanas de intervalo. Juntamente com o último reforço CRP, deverão realizar o rastreio dos vírus FIV e FeLV. Se forem negativos para o FeLV, os gatos deverão ser vacinados contra esta doença e fazer um reforço 4 semanas depois.
Em conformidade com os últimos estudos, os gatos necessitam de um reforço vacinal passado um ano da última dose de CRP e FeLV e, subsequentemente, de 3 – 3 anos para a CRP e anual para FeLV apenas os pacientes com acesso à rua.

Na sua próxima visita peça para ser esclarecido sobre esta alteração, pensamos estar a beneficiar sobretudo os nossos pacientes seguindo o que os últimos estudos nos indicam como sendo o mais correto.

Informação adicional:
http://www.wsava.org/sites/default/files/VaccinationGuidelines2010.pdf

http://jfm.sagepub.com/content/15/9/785.full.pdf+HTML







© 2017 HVA Hospital Veterinário do Atlântico em Mafra Urgências 24h